sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Como fazer a dieta do jejum intermitente

Há 5 formas que você pode fazer a dieta do jejum intermitente! Aprenda, escolha uma e experimente! 

Conheça também os seus benefícios! 
Adotada na antiguidade, a dieta do jejum intermitente garante o emagrecimento eficaz, mais controle na alimentação e melhoria na saúde. 
Ela voltou com toda a sua força e você pode também se apropriar dela em sua rotina alimentar!

Veja também


O jejum intermitente é um estilo de vida saudável onde a comida é facilmente disponível, mas você opta por não comer. 
Essa ausência de comida pode durar entre horas, dias e chegar a semana. 
Tudo vai depender de como o seu corpo reagirá e de sua decisão de segui-la! 
Esse estilo de vida permitirá que o seu corpo queime o excesso de gordura. 
É importante que você saiba que isso é normal e que não gera quaisquer prejuízos. 
Você só precisa iniciar levemente a fim de que o organismo se acostume e, depois, seguir o mais puxado.


São 5 formas de fazer a dieta do jejum intermitente 
Aqui no Quero Dieta mostraremos 5 formas que você pode fazer a dieta do jejum intermitente conforme às suas condições físicas e objetivos. Confira!


Veja também

1 – Versão 14/8 ou 16/8 
• Jejum de 14 h para mulheres e 16 h para homens por dia 
• Alimentação após o jejum para o período restante (8h a 10h) 
• Tente equilibrar o que come após o jejum. 
Dê preferência para os dias que você se exercita consumir carboidratos. 
Em dias de descanso, prefira a ingestão de gordura 
• O consumo de proteínas deve ser bem elevado diariamente 

2 – Versão 24 h de jejum 1 ou 2 vezes na semana 
• 24 h sem comer ou fazer 2 vezes na semana 
• Nenhum alimento é consumido, mas você pode beber líquidos (sem calorias) 
• Após esse jejum, você volta a comer normalmente


3 – Guerreiro 
Espera para jejuar durante 20 h e coma uma grande refeição à noite 
Durante o jejum de 20 h, você pode comer algumas porções de frutas ou vegetais crus, sucos frescos e algumas porções de proteínas, caso deseje 
Para a refeição à noite, pode optar por proteínas e gorduras 
Caso ainda tenha fome à noite, consuma um pouco de carboidratos 


4 – Perda de gordura para sempre 
Jejum de 36 h (uma vez na semana) 
• O restante dos dias pode dividir entre as outras 4 formas 
• É o tipo mais pesado e, por isso, é bom seguir um plano de refeição que se adapte a sua rotina

Veja também

5 – Dias alternados 
• É o tipo mais fácil: você come pouco em um dia, no outro, come normal 
• Terá que consumir cerca de 2.000 a 2.500 calorias em dias normais e 400 a 500 em dias de jejum 
• Pode optar por shakes nas refeições por serem fortificadores dando nutrientes essenciais em seu corpo

Veja também


Benefícios do jejum intermitente


O benefício mais significante que a dieta do jejum intermitente proporciona é a perda de peso. 
No entanto, há inúmeros deles que trazem um corpo mais saudável, além da mente ficar mais focada. 
É sabido que tempos antigos, as pessoas utilizavam-se dessa prática, seja por motivos espirituais ou para a saúde, e viviam mais e tinham uma saúde de ferro! 
Os períodos de jejum eram, muitas vezes, chamados de “limpezas”, “desintoxicação” ou “purificações”, mas a ideia era a mesma: abster-se de comer alimentos por um certo período de tempo. 
As pessoas imaginavam (e estavam certas) que esse período de abstinência dos alimentos limparia os sistemas de toxinas de seus corpos e os rejuvenesceria. 
É exatamente como o corpo reage! Por isso, vale a pena!


Veja abaixo todos os seus benefícios! 
• Perda de peso e gordura corporal 
• Redução dos níveis de insulina e açúcar no sangue 
• Reversão do diabete tipo 2 
• Aumento de energia 
• Aumento do hormônio de crescimento 
• Redução do colesterol no sangue 
• Prevenção da doença de Alzheimer 
• Vida mais longa 
• Ativação da limpeza celular 
• Redução da inflamação 

Viu quantos benefícios você receberá ao adotar uma das 5 formas da dieta do jejum intermitente? 
Sua vida terá outro rumo, com muito mais longevidade e saúde!


Siga-nos também no Pinterest, Facebook

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Creme de amendoim Fit


Ingredientes 
2 xícaras (chá) de amendoim sem casca e sem sal 
1 colher (chá) de mel 
Açúcar mascavo a gosto 
1 e 1/2 colher (chá) de óleo de girassol ou óleo de canola

Veja também


Preparo 
Dê uma leve torrada nos amendoins no forno, fique de olho para não queimar. 
Depois disso, coloque o amendoim no liquidificador ou processador até obter uma farofa bem fina. 
Junte o resto dos ingredientes e bata novamente até misturar. 
Com a ajuda de uma colher, dê mais uma mexida e bata até formar uma mistura cremosa. 
Despeje tudo em um recipiente com tampa e mantenha na geladeira. 
Use a pasta de amendoim como acompanhamento de torradas no café da manhã ou lanche da tarde!


Siga-nos também no Pinterest, Facebook

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Sal do Himalaia e seu benefícios


Um número cada vez maior de pessoas busca saber a respeito dos Benefícios do Sal do Himalaia para a saúde. 

Exatamente por isso, montamos uma lista apontando excelentes motivos pelos quais é válido acrescentar este sal no cardápio diário. 


Combate a Hipertensão
Um dos principais Benefícios do Sal do Himalaia consiste no fato de ele reduzir consideravelmente a pressão arterial, já que este sal contém 50% menos sódio se comparado ao sal refinado tradicional.

Veja também


Diminui o Inchaço Corporal
Não é novidade que o excesso de sódio presente na corrente sanguínea é um dos principais responsáveis pelo inchaço do corpo.
Exatamente por esta razão, ao adotar o consumo do sal do Himalaia, diminuindo assim a ingestão de sódio, naturalmente o organismo não sofrerá com os efeitos do inchaço, principalmente o abdominal.

Favorece a Circulação Sanguínea
Pelo fato de combater a hipertensão e a retenção de líquidos, o consumo deste sal é capaz de melhorar consideravelmente a circulação sanguínea, evitando problemas como tromboses e AVC, por exemplo.

Veja também


Potencializa a Absorção de Nutrientes
Outra das propriedades do sal do Himalaia trata-se de ele potencializar a absorção dos nutrientes ingeridos por meio dos alimentos.
Em outras palavras, isso significa que ao adotar o consumo do sal do Himalaia, o corpo naturalmente absorverá maior quantidade de vitaminas, minerais e demais substâncias essenciais ao equilíbrio orgânico. 

Limpa o Organismo 
Outro dos Benefícios do Sal do Himalaia diz respeito à limpeza que ele promove no organismo como um todo. 
Isso ocorre graças à combinação iônica existente neste sal, capaz de fazer uma verdadeira faxina no corpo, eliminando toxinas prejudiciais à saúde. 

Veja também


Hidrata o Organismo 
Devido a um benéfico composto de eletrólitos existentes neste sal, ele promove o equilíbrio dos fluidos orgânicos, prevenindo possíveis processos de desidratação. 
Apenas como comparativo, o poder de hidratação do sal do Himalaia é considerado maior que o dos isotônicos amplamente comercializados. 

Veja também


Diminui o Cansaço 
Graças às excelentes quantidades de magnésio e demais minerais presentes neste sal, ele é muito eficaz no relaxamento do corpo e na redução do cansaço físico e mental. 
Exatamente por isso, o uso do sal do Himalaia é muito recomendado para banhos relaxantes após um dia particularmente estressante. 


Fortalece Ossos e Dentes 
Devido à presença de aproximadamente 84 tipos de minerais essenciais no sal do Himalaia, ele auxilia imensamente no fortalecimento de ossos e dentes, prevenindo doenças como a osteoporose. 

Veja também

Inibe os Sinais do Envelhecimento 
Ainda que muitas pessoas não saibam disso, outro dos benefícios deste sal atua na redução dos sinais típicos do envelhecimento. 
Desse modo, o consumo regular de sal do Himalaia inibe o aparecimento de rugas, aumenta a elasticidade e hidratação natural da pele, fortalece as unhas e combate a queda de cabelo.


Favorece a Digestão 
O uso deste sal no preparo dos alimentos é muito eficaz na prevenção e tratamento de problemas digestivos, já que ele evita a ocorrência de refluxo, irritações no intestino, prisão de ventre etc. 

Veja também

Equilibra os Níveis de PH no Corpo 
Embora nem todas as pessoas saibam disso, manter os níveis de Ph equilibrados no organismo é crucial para combater doenças relacionadas às defesas imunológicas, problemas ósseos, excesso de peso, formação de pedras nos rins etc. 


Combate a Dor de Cabeça 
Pelo fato de este sal promover o equilíbrio dos níveis de serotonina, ele naturalmente contribui para o alívio das dores de cabeça, incluindo os episódios de enxaqueca. 

Auxilia no Tratamento de Doenças Respiratórias 
O sal do Himalaia diluído em água quente consiste em um excelente remédio natural para tratamento de bronquite, sinusite e asma, sendo muito útil também para a purificação dos ambientes.

Veja também


Como Usufruir dos Benefícios do Sal do Himalaia? 
De forma geral, este sal pode ser utilizado nas seguintes situações: 
Cozinha (no preparo de todos os alimentos que contenham sal), atuando como substituto do sal refinado convencional; 

Banhos (podendo ser utilizado tanto em banhos de banheira quanto de chuveiro). Para banhos, usa-se o sal do Himalaia grosso; 

Veja também

Limpeza do ar (por meio de lâmpadas produzidas com os cristais das rochas de sal do Himalaia ou de misturas com sal do Himalaia e água morna ou quente). 


É fácil perceber como os Benefícios do Sal do Himalaia podem proporcionar muito mais saúde e qualidade de vida em diversos sentidos. Este sal é facilmente encontrado em grandes supermercados e em lojas de produtos naturais.

Você poderá gostar também

Siga-nos também no Pinterest, Facebook

10 dicas de tratamentos utilizando folhas de manga

Você pode contar com a manga se quiser ajudar a melhorar sua saúde, pois ela contém muitos nutrientes importantes para auxiliar no melhor funcionamento do nosso organismo! 



Igualmente nutritivas e proveitosas estão as folhas dessa fruta, compostas por elementos terapêuticos e medicinais. 

Propriedades das folhas de manga 
De cor arroxeada ou avermelhada quando novas, as folhas de manga passam, quando adultas, para a cor verde escura, com uma parte inferior de tom claro. Elas contêm vitamina A, B e C, e diversos outros nutrientes capazes de ajudar diversas áreas do corpo. 


Veja também

10 benefício da folha da manga para o organismo 
1. Elas ajudam a regular a pressão arterial graças às suas substâncias hipo tensoras. 
São muito utilizadas no tratamento de varizes e para auxiliar a restaurar a estrutura dos vasos sanguíneos.


2. Se tiver problemas de garganta ou soluços, as folhas de manga são um conhecido medicamento natural. 
Basta queimar algumas folhas e fazer inalações da fumaça. 

3. Sente-se inquieto e ansioso? 
Junte com a água do seu banho 2 ou 3 copos de chá de folhas de manga. 
Irá refrescar o seu corpo e acalmá-lo.


Veja também

4. Para auxiliar na remoção de cálculos biliares e renais, e também para aliviar os sintomas, tome um copo de água com pó fino de folhas de manga, todos os dias de manhã, depois da mistura ter descansado durante a noite. 

5. Caso doa os ouvidos, esquente uma colher de chá de suco de manga e tome. 

6. Se sofre de alguma dificuldade respiratória, como asma ou bronquite, ou mesmo para quem tolera mal o frio, tome um chá com água fervente, mel e folhas de manga, para reduzir a tosse. 

Pode também ajudar em casos de afonia (perda temporária parcial ou total da voz).


Veja também


7. Estas folhas são muito utilizadas para ajudar no tratamento da retinopatia diabética (uma das complicações da diabetes e uma das principais causas de cegueira em adultos) e angiopatia diabética (doença dos vasos sanguíneos). Basta colocar as folhas num copo de água e deixe descansar por uma noite. Depois, é só filtrar e tomar. 

8. Para cuidar de queimaduras na pele, pegue num punhado de folhas desta fruta e queime-o. 
Depois, coloque a cinza em cima da queimadura, para diminuir a dor. 


Veja também


9. Problemas estomacais? Ponha as folhas de manga em água morna. 
Tape a panela e deixe descansar de um dia para o outro. 
No dia seguinte, coe a água e tome todos os dias antes do café da manhã. Beber esta mistura frequentemente vai ajudar a afastá-lo de doenças digestivas. 


10. Recorra ao chá destas folhas para fazer um tratamento natural para os casos de disenteria.
As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. 
Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. 
E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Você poderá gostar também

Livro Digital



Siga-nos também no Pinterest, Facebook

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Pão Fit de Frigideira

Ingredientes

2 ovos
1 colher (sopa) de goma de tapioca
1 colher (sopa) de farinha de coco ou aveia
1 colher (sopa) de queijo ralado
2 colheres (sopa) de água
1 colher (chá) de fermento em pó

Veja também

Preparo
Misture todos os ingredientes e leve ao fogo em uma frigideira com tampa em fogo baixo.

Você poderá gostar também





Siga-nos também no Pinterest e Facebook

Bolo de maçã e coco low carb


Ingredientes
6 ovos
150 ml de leite de coco sem açúcar
6 colheres de maçã ralada
100 g de coco ralado sem açúcar
100 g de manteiga
1 colher de sopa de fermento em pó
Adoçante stévia a gosto


Veja também


Preparo
Comece batendo bem os ovos em um bowl com um fouet ou batedeira. 
Em seguida acrescente os outros ingredientes um a um, lembrando de adicione o fermento por último. 
Despeje a massa em forma de bolo inglês untada com manteiga e coco. 
Leve ao forno baixo por meia hora ou até assar. Sirva!

Lipoturbo X



Siga-nos também no Pinterest, Facebook

Bolo low carb de cenoura


Ingredientes
Massa 
2 xícaras (chá) de farinha de amêndoas 
¾ de xícara (chá) de óleo de coco 
4 ovos 
1 colher (sopa) de fermento em pó 
3 cenouras 
Mel 

Veja também 


Cobertura 
1 vidro de leite de coco 
Adoçante 
2 colheres (sopa) de cacau em pó 

Preparo 
Bolo 
Em um processador, bata a cenoura e em seguida despeje em um bowl para incorporar junto com os outros ingredientes. 
Você também pode bater tudo no liquidificador ou batedeira até que a massa fique homogênea. 
Se optar por batedeira, lembre-se que o fermento deve ir por último e deve ser misturado com uma colher. 
Coloque a massa em uma forma untada ou forrada com papel manteiga. 
Leve ao forno preaquecido a 210 graus por aproximadamente 30 minutos. 


Cobertura 
Coloque todos os ingredientes em uma panela e deixe engrossar em fogo baixo 
Após o bolo assado, espere esfriar e desenforme 
Cubra com a cobertura e pronto!

LIVRO DIGITAL


Siga-nos também no Pinterest, Facebook

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Veja como emagrecer com alimentos verdes

Enriqueça sua dieta com estes 9 ingredientes verdes.

Você já ouviu falar do quanto os alimentos de coloração verde são mais saudáveis?!
Não é mito, existe uma teoria de que estes vegetais ocupam o topo da pirâmide de cores dos alimentos que mais fazem bem à saúde.

Veja também

Esta teoria foi desenvolvida por James Joseph, do Centro de Investigação sobre a Nutrição Humana, pertencente ao Departamento de Agricultura Norte-americano.
Ela consiste em mostrar os níveis de qualidade nutricional de verduras e frutas a partir de sua cor.
Os alimentos verdes receberam o primeiro lugar por possuírem mais vitaminas K e C, além de potássio, ácido fólico e luteína.
Para o emagrecimento em sua forma natural, estes alimentos verdes colaboram com seu poder antioxidante.
Confira 9 entre todos os alimentos verdes que trazem muitos benefícios à saúde e estimulam o emagrecimento, quando consumidos em quantidade equilibrada:

Veja também


1. Limão



O limão é o chefe dos alcalinizantes, que limpam o sangue e regularizam as funções do organismo.
Com sangue limpo e na pressão adequada, o sistema linfático também trabalha melhor, assim como o sistema imunológico, colaborando para o emagrecimento.

Veja também


2. Chá verde


As catequinas presentes no chá verde são antioxidantes que atuam em favor do emagrecimento.
Elas trabalham através da redução do apetite, bloqueando a absorção de gordura e acelerando a queima do que foi absorvido.

Veja também


3. Abacate


Esta fruta possui gorduras que são benéficas ao organismo, além de muitas vitaminas, minerais, micronutrientes e antioxidantes.
Possui também um aminoácido que atua na aceleração do metabolismo, auxiliando no emagrecimento.

Veja também


4. Brócolis


Rico em vitamina C, o brócolis também é aliado da saciedade, ajudando a satisfazer o organismo de uma refeição até a outra.

Veja também


5. Kiwi



Uma pequena fruta cheia de nutrientes. 
Além da grande quantidade de vitamina C, também possui um acelerador de metabolismo e um regulador dos níveis de insulina.

Veja também


6. Pera



A pera oferece uma boa quantidade de potássio, cálcio e ferro, além de muitas fibras que melhoram o funcionamento do intestino. 

Veja também 


7. Pimenta verde


As pimentas de modo geral possuem um agente termogênico que, ao elevar a temperatura do corpo, colabora para a queima de gordura.

Veja também


8. Aspargos


Com muitas fibras e nada de calorias, o corpo acaba gastando mais gordura para digerir os aspargos do que absorve ao consumi-lo.
É um alimento diurético e auxilia no combate irritações gastrointestinais.

Veja também

9. Maçã verde

Muito diurética, a maçã verde também é rica em fibras, como a pectina, um poderoso agente desintoxicante e que ajuda na digestão e na sensação prolongada de saciedade.
Se não tiver alergia a qualquer um destes alimentos, não deixe de inclui-los na sua dieta e absorver toda a boa saúde que oferecem!

100 Receitas Com 
Cardápio Low Carb
Livro Digital



Siga-nos também no Pinterest e Facebook